Sobre

Primeira câmera?

Acho que ninguém sabe explicar de onde nasce uma paixão. Talvez sejamos influenciados por uma série de fatores. Tenho alguns resquícios de lembrança de quando eu tinha por volta de cinco anos, de um tio que revelava suas fotos em preto e branco. Lembro-me de suas fotos penduradas num "varal" para secagem após a revelação. Lembro mais claramente de outro tio, já por volta dos meus 12 anos, que tinha uma câmera 6x6 com uma lente de fole escamoteável e ficava curioso em como ele regulava a abertura e velocidade no "feeling".

Por volta dos meus 16 anos, finalmente eu ganhei minha primeira SLR, uma Minolta que não lembro o modelo, mas que em pouco tempo troquei por uma Olympus OM-1 e logo em seguida por uma OM-2. Essa última era uma câmera avançada para a época (final dos anos 70), porque fazia fotometragem em tempo real, com a luz refletida no filme, corrigindo a fotometragem feita antes do disparo.

Naquela época, passava madrugadas num pequeno banheiro transformado em laboratório, revelando películas de negativos e fotos em papel para quase ninguém ver. Hoje, mais de 30 anos se passaram e com a tecnologia digital tudo mudou. Não preciso mais passar horas respirando as químicas da revelação e você pode ver um pouco do meu trabalho.

Uma coisa contudo, não mudou: a paixão pela arte fotográfica.

Nascido e criado em Belém do Pará mas radicado na Zona Sul de São Paulo há mais de 3 anos, estou à sua disposição para atender suas necessidades em serviços fotográficos. Entre em contato para orçamentos sem compromisso. Conversando a gente se entende.